SOLAMAC ESPAGNOL ENGLISH PORTUGUÊS
Imprimir

Noticias  -  Interés general

Nota de Falecimento - Manuel Antonio de Andrade Furtado Neto

 

 

A SOLAMAC tem o pesar de informar o falecimento do Professor Doutor Manuel Antonio de Andrade Furtado Neto, ocorrido na noite do sábado passado 14/12/2019 em Fortaleza, Ceará, Brasil.

 

Manuel nasceu em 4 de outubro de 1963 em Fortaleza, cidade onde viveu a maior parte de sua vida. Ele graduou-se em Engenharia de Pesca pela Universidade Federal do Ceará (UFC), onde também cursou mestrado em Bioquímica. Em 1994, após atuar durante um curto período como professor substituto e pesquisador no Departamento de Biologia da UFC, iniciou seu curso de doutoramento na Memorial University of Newfoundland (MUN), Canadá, obtendo o título de Ph.D. em Biologia em 1998 com a tese intitulada “Molecular systematics and population genetics of marine vertebrates from Brazil”. Ao retornar ao Brasil, atuou como Professor Visitante do Departamento de Engenharia de Pesca da UFC, vindo a tornar-se posteriormente Professor Associado do mesmo departamento e Diretor do Instituto de Ciências do Mar da UFC – LABOMAR durante o período de novembro de 2008 a janeiro de 2011. Ele foi também Pró-Reitor de Assuntos Estudantis da UFC entre setembro de 2015 a agosto de 2019, e Secretário Adjunto da Pesca e Aquicultura do Governo do Estado do Ceará entre 2011 e 2014.

 

Em sua trajetória como professor e pesquisador na UFC, Manuel conduziu e orientou inúmeros estudos nas áreas de conservação de tubarões, raias, cetáceos, pesca sustentável, maricultura dentre outros tópicos. Na sala de aula, no laboratório e no campo, Manuel era caracterizado por sua maneira entusiasmante e descontraída de ensinar. Provido de muito conhecimento sobre os temas que lecionava, experiência, carisma e bom humor, Manuel foi responsável por inspirar centenas de alunos e pesquisadores em início de carreira, tendo sido um fator positivo determinante no desenvolvimento científico e acadêmico de muitos profissionais da área de ciências marinhas ao longo das últimas três décadas. 

 

Manéu, como era conhecido pelos mais próximos, foi um dos pioneiros nos estudos de conservação de elasmobrânquios e cetáceos no Estado do Ceará, tendo sido um dos mentores na criação do Grupo de Estudo de Cetáceos do Ceará (GECC) do LABOMAR em 1992, organização esta que conduziu as primeiras pesquisas voltadas à conservação de mamíferos marinhos do Estado. Ele foi também sócio-fundador da Associação de Pesquisa e Conservação de Ecossistemas Aquáticos (AQUASIS), uma das ONGs mais importantes para a conservação de mamíferos marinhos no Nordeste. 

 

Manuel tinha uma personalidade alegre e cativante, servindo de inspiração a todos que conviveram com ele, fosse “pegando onda de handgun” com os botos na Praia de Iracema, durante a sua ascensão profissional ou dando aulas. 

 

Com um poder agregador grande entre colegas de trabalho e amigos, ele era capaz de circular e interagir nos mais diversos meios profissionais, sociais e culturais dentro e fora do país, característica esta que resultou em muitas parcerias de pesquisa e intercâmbios profissionais estabelecidos por ele com organizações de ensino e pesquisa no Japão, China, Espanha, Reino Unido, Estados Unidos, Canada dentre outros países. Ele era um grande apoiador das colaborações com pesquisadores e instituições de pesquisas estrangeiras visando promover boas oportunidades profissionais para pesquisadores brasileiros e estrangeiros dentro e fora do Brasil. 

 

Manuel era casado com Ana Caroline Mendonça Vasconcelos de Andrade Furtado com quem teve dois filhos, Ana Maya e André Luís. Ele era pai também de Bárbara e Nadine. Sua partida prematura deixou um vácuo imensurável na vida de seus familiares e amigos.

 

Segue agora Manéu, “surfando” outras ondas, certo de que deixará muitas saudades e ótimas lembranças entre todos que aqui ficam.

 

Texto assinado pelos amigos do antigo GECC.


<< Volver

especialistas

mamiferos

aquaticos

by